Estão falando de nós

A PSYKHÉ NA IMPRENSA

Tenha acesso a todo o conteúdo referente à Psykhé, que a imprensa divulgou


WhatsApp-Image-2020-07-30-at-16.43.23.jpeg

A preocupação com a saúde mental da população tem aumentado no decorrer de uma difícil crise no âmbito social, de acordo com a evolução da pandemia da COVID-19, visto que tem sido um dos grandes problemas de saúde pública do Brasil e do mundo.⁣


Os impactos psicológicos e sociais podem ser sentidos em vários níveis de intensidade e gravidade. Durante uma pandemia, o medo intensifica os níveis de estresse e ansiedade em pessoas saudáveis e aumenta os sintomas daquelas com transtornos mentais pré-existentes. ⁣

Pacientes diagnosticados com COVID-19 ou com suspeita de infecção podem experienciar emoções intensas e reações comportamentais, além, da culpa, medo, melancolia, raiva, solidão, ansiedade, insônia, etc. ⁣

Em isolamento social o estresse tende a ser o mais prevalente. Não poder dar apoio e estar com os familiares, independente da gravidade do seu estado de saúde, pode ser um gatilho para o surgimento dos sentimentos de culpa e tristeza. ⁣

Pessoas que não conseguem expressar seus sentimentos ou verbalizar suas emoções, se encontram propícias para níveis mais elevados de estresse. ⁣

Fonte: Pereira & Cols (2020).⁣

Você sabia que temos instrumentos psicológicos que podem avaliar seu estado emocional? Informações confiáveis fornecem um ponto de partida e apontam a direção a tomar. ⁣

Avalie seu estado emocional. ⁣

🙋🏻 Eu indico a @psykhe21⁣⁣
⁣⁣
🌼 Cuide da sua saúde mental.⁣⁣
⁣⁣
🌼 Marque seus amigos.⁣⁣
⁣⁣
🌼 Curta e compartilhe.⁣⁣
⁣⁣
#psykhé #psykheblumenau #psicoterapia #avaliaçãopsicológica #blumenau⁣ #saudemental #covid #isolamentosocial


WhatsApp-Image-2020-07-28-at-11.33.19.jpeg

WhatsApp Image 2020-07-28 at 11.33.19WhatsApp Image 2020-07-28 at 11.33.41

 

A Missão Covid é uma plataforma onde o paciente que apresenta sintomas da COVID19 é atendido gratuitamente através da telemedicina (ligação de vídeo), por um médico voluntário. ⁣

Se você é paciente, agende uma consulta. Mas, se você é médico, saiba que o Brasil precisa de você!Seja um voluntário nessa causa humanitária. ⁣

Acesse: www.missaocovid.com⁣

O atendimento é gratuito. ⁣

Os coronavírus são uma⁣
grande família de vírus que podem causar doenças em animais e humanos, sabe-se que vários coronavírus causam doenças respiratórias que variam do resfriado comum a doenças mais graves. O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença COVID-19. ⁣

Cerca de 1 a 5 pessoas precisam de cuidados hospitalares. Portanto, é comum que as pessoas se preocupem com o impacto do surto de COVID-19 entre elas e seus entes queridos. ⁣

🙋🏻‍♀️ Eu indico a @psykhe21⁣

📍Cuide da sua saúde mental.⁣

📍Marque seus amigos.⁣

📍Curta e compartilhe.⁣

#psykhé #psykheblumenau #psicoterapia #avaliaçãopsicológica #missãocovid #blumenau⁣ #missaocovid @missaocovid



WhatsApp Image 2020-07-20 at 16.48.24

 

No dia 20 de julho é comemorado o dia do amigo. Amigo é aquele por quem se cria um laço, que demonstra afeto e amizade. Para tal, a capacidade de manter ou criar novas amizades é uma tarefa e tanto. Não é simples conviver com a diferença de um outro, que por vezes, pode ser tão igual, mas que ainda assim tem seus pormenores. Hoje, em tempos de pandemia e isolamento social, não faça isolamento afetivo. Invista: em ligações, em uma mensagem de carinho, em demonstrar interesse. Pergunte como vai, o que tem inventado. Amigos, mesmo que distantes, demonstram-se como lembretes: de boas memórias e de afeto.⁣

Como bem colocado por Vinicius de Moraes em “Soneto do Amigo”: ⁣
“É bom sentá-lo novamente ao lado⁣
Com olhos que contêm o olhar antigo⁣
Sempre comigo um pouco atribulado⁣
E como sempre singular comigo⁣
Um bicho igual a mim, simples e humano”. ⁣



🌸 Cuide da sua saúde mental. ⁣


🌸 Marque seus amigos. ⁣


🌸 Deixe seu comentário. ⁣


🌸 Curta e compartilhar. ⁣


💁🏻 Eu indico a @psykhe21.⁣

#psykheblumenau #blumenau #psicologia #psicoterapia #saudemental #diadoamigo



WhatsApp Image 2020-07-09 at 19.21.50

Minha mulher, psicóloga, me incumbiu deste texto. Dez anos com uma psicóloga, imaginem onde estou enfiado. “Ninguém é normal”, foi uma das primeiras máximas vinda da literatura psico a me ser recomendada. Fui movido a tomá-la por princípio e, desde então, as incertezas rondam meu código de discernimento sobre os humanos. Pensando bem, uma suposta “normalidade” seria mesmo como? E na tal dogmática anormalidade geral e irrestrita, o que é ser homem? Sim, houve grandes homens, de Gandhi a Churchill, mas a paz e a guerra que propunham não os credenciam para algo tão abrangente. Posso bem imaginar meu pai sem o menor vacilo ante a pergunta, porém, do jeito atabalhoado como os hábitos, a política, a ética e o modelo das calças foram se modificando desde que meu velho era jovem, eu, aqui em 2020, preciso ser cuidadoso para não me sair com uma máxima inoportuna. Se for apanhado por um surto feminista ou patrulhamento progressista, é execração certa. Melhor, conforme um personagem machadiano, é “dar às de vila-diogo”. Traduzindo: sair pela tangente. Não é fugir do tema. Páginas poderiam ser escritas sobre ser homem, bastaria consultar os apanhados sobre educação, boas maneiras, caráter, cidadania, patriotismo, justiça, lealdade, etc. No entanto, já que perguntam, para mim a inegociável e principal condição de homem, o ponto de partida, está no “approach” e no convívio com as mulheres. Apesar de o sertanejo universitário, o analfabetismo funcional e a sofrível posição no Pisa colocarem em risco toda nossa gama de regras sociais, um homem precisa resistir a isso. E ser um cavalheiro. Um homem naturalmente cavalheiro saberá ser homem vida afora e estará aberto a muitos predicados. Não estranhe, mas um homem que acompanha uma mulher pelo lado de fora da calçada já é naturalmente homem. E – por que não? – normal.
🙋🏽‍♂️ Eu indico a @psykhe21

🔹️ Cuide da sua saúde mental.

🔹️ Marque seus amigos.

🔹️ Curta e compartilhe.

👇🏼 Comente aqui o que é ser homem.

#diadohomem #psykhe #psykheblumenau #psicoterapia #avaliacaopsicologica #saudemental #homemdevalor #homemderespeito #homemdeverdade #blumenau #homematualizado #homemmoderno


diario-de-acolhimento-min.jpeg

Hoje estava indo a pé para a academia quando vi uma mulher caída na calçada gritando por ajuda. Ela estava defronte a um estacionamento na Engenheiro Rodolfo Ferraz, aparentemente sem nenhum ferimento, mas agitada. Atravessei a rua, ela estava um pouco confusa, comecei a conversar com ela, sabia dizer seu nome, onde estava e de onde vinha.

Em seguida, uma moça de uns 15, que também passava ali decidiu parar e oferecer ajuda. Um transeunte sentou-se ao lado dela e começou a conversar, logo estavam os dois cantando, ela entoava algumas palavras, que pareciam letras de um hino de louvor, ele, tentava (com muita habilidade) acompanhá-la, e, com isso, aos poucos ela foi se acalmando.

Ele seguiu segurando a mão dela. Enquanto isso, Júlia (a moça de uniforme do Energia) me ajudava, pegou na mochila da escola uma caneta, anotamos alguns números e procuramos ligar para pedir ajuda. Junto a nós, os funcionários do estacionamento se colocaram à disposição.

Ligamos para Polícia, disseram que não tinham o que fazer, e que devíamos ligar para os Bombeiros, que disseram para ligar para o SAMU (😶).

Ligamos para o SAMU, nem precisamos dizer o nome dela:

– “é a dona C.? já atendemos ela duas vezes hoje”

– “E, aí, faz o que? ”

– “Não tem o que fazer, ela não aceita ser atendida nem levada para o hospital – quando pedimos para que fosse nos agrediu”

Ligamos para o CAPS, novamente não precisei identificá-la…

“é a dona C.?”, “já atendemos ela hoje”, “pedimos que ficasse, mas ela quis ir embora”

 

A situação era triste, aquela senhora sob efeito de psicotrópicos (relatou o que tinha usado), sem aceitar ajuda do SAMU, do CAPS

Os dois homens do estacionamento, o outro transeunte sentado no chão cantando com ela, Júlia e eu sem saber o que mais poderíamos fazer para ajudá-la. Expliquei que ninguém viria buscá-la, entreguei o número do telefone de sua tutora, que consegui no CAPS, – mas que não respondia nosso chamado. Carregava pendurado no pescoço uma identificação para passe livre. Deixamos ela sentada de maneira mais confortável possível e com um sentimento de frustração nos despedimos dela e seguimos nossos caminhos.

Uma hora mais tarde voltei para ver como ela estava e fui informada que assim que saímos ela levantou-se e saiu dançando e cantando pela rua. Menos mal. Fui abordada por um homem que andava pela vizinhança, ele me disse que a “dona C.” tem o hábito de se jogar no chão, muitas vezes fingindo desmaio, para ganhar atenção das pessoas.

Pobre “dona C.”! Espero que ela siga encontrando pessoas como a doce Júlia que foi a procura de água, como o homem que sentou no chão e ficou o tempo todo ao lado dela cantando, os homens do estacionamento que emprestaram o telefone para fazermos as ligações e, com isso, cada um de um jeito diferente, ofereceu acolhimento neste momento de sofrimento emocional. Sigo pensando na “dona C.”.

 

Publicado no Facebook em 07/07/2017, por Maria Júlia Zimmermann (@psicologamariajulia_)

Imagem em destaque: A mulher velha de Arles, Vincent Van Gogh (1888)



WhatsApp Image 2020-07-07 at 10.41.29

 

A tristeza é um sentimento subjetivo universal, através da qual as pessoas vivenciam ao longo da vida, face aos conflitos, as frustrações, as decepções, fracassos e as perdas, entre outras adversidades. Assim, em determinadas circunstâncias, é normal sentir-se triste. Contudo, se estas vivências perdurarem durante um longo período de tempo, poderá levar ao surgimento de um sofrimento psíquico associado aos transtornos do humor. Os transtornos de humor, mesmo quando diagnosticados de maneira correta, não se referem a naturalização dos sentimentos negativos vivenciados. Naturalizar, por exemplo, a tristeza, e passar a acreditar que ela faz parte da “paisagem” da sua vida, pode demonstrar-se como um obstáculo presente no enfrentamento de situações adversas. O conformismo, quando diante de um sofrimento psíquico, anda no sentido contrário ao tratamento.

 

=
#psykhe #avaliaçãopsicológica #psicoterapia #psicologia #psykheblumenau #terapiafazbem


compromisso-da-Psicologia-com-a-diversidade-sexual-e-de-gênero.jpg

28 de junho é dia de reafirmar o compromisso da Psicologia com a diversidade sexual e de gênero. Nesta data, ressaltamos a importância das singularidades de cada pessoa e o respeito às diferenças.

O CFP atua continuamente na defesa dos direitos da população LGBTI e já editou duas Resoluções sobre isso: a Resolução CFP nº 01/2018, que estabelece normas de atuação para as(os) psicólogas(os) em relação às pessoas transexuais e travestis, e que considera que as expressões e identidades de gênero não devem ser compreendidas como psicopatologias, transtornos mentais, desvios e/ou inadequações; E a Resolução CFP nº 01/99, que preconiza o entendimento de que para a Psicologia a sexualidade faz parte da identidade de cada sujeito e a homossexualidade não constitui doença, distúrbio ou perversão.

A Psicologia está unida no enfrentamento aos preconceitos e na proteção dos Direitos Humanos da população LGBTI. *Toda diversidade importa!*

 

Publicação: Conselho Federal de Psicologia (CFP). #pridemonth2020 #pride🌈 #diversity #psykheblumenau



IMG-20200615-WA0012

 

Que nunca percamos o hábito de apreciar as miudezas. 💭

 

Por vezes, a vida assume uma representação de algo que é feito de grandes coisas. O tempo que decorre ao longo da existência faz parecer que somos feitos de coisas enormes, quando na verdade, somos feitos de miudezas – e paciência para construir um pouquinho a cada minuto que se vive. A arte de apreciar as pequenas coisas é um sinal de saúde mental. Significa que você consegue parar, observar e refletir. Em tempos onde as pessoas estão cada vez mais aceleradas, é um privilégio conseguir apreciar detalhes. ♻️

 

Hoje, você conseguiria observar ou apreciar algo “pequeno” que goste? 💡

Para além de apreciar, você conseguiria mensurar o quanto esses detalhes fazem seu dia melhor? 

 

Salve, compartilhe e comente esse post! 🌷

 

#psicoterapia #avaliaçãopsicológica #psicologiaclínica #psykheblumenau #saudemental #apreciardetalhes


Avaliação-Psicológica-em-blumenau.jpg

A avaliação psicológica clínica para fins diagnósticos é uma atividade exercida por psicólogos avaliadores psicológicos, junto ao público de várias idades.
Devem ser realizadas antes de iniciar a psicoterapia ou propor qualquer encaminhamento. Não fazê-lo, segundo especialistas, é ingênuo e até perigoso.

Em perspectiva similar, é difícil se comprometer a ajudar alguém sem identificar claramente o seu problema. Entende- se, que realizar avaliações fortalece o trabalho do psicólogo e oferece segurança a dupla, profissional e paciente.
De acordo com o Conselho Federal de Psicologia (CFP), ela pode ser entendida como um processo técnico-científico de coleta de informações acerca de características psicológicas. Quando realizada no âmbito clínico é chamada de avaliação psicológica clínica ou psicodiagnóstico.

“Conhecer a si mesmo é o começo de toda sabedoria” – Aristóteles

Fonte: Avaliação Psicológica (2018), @editorahogrefecetepp
Arte: @saraillamas
Agendamento: 47-984104040
Clínica Psykhé
www.psykhe.psc.br

#avaliacaopsicologica #psicoterapia #psicologiaclinica #psykheblumenau



 

post

Tudo bem não estar bem. O imperativo que cobra a sensação de bem-estar geral, e coloca para o sujeito essa imposição ou dever, acaba por constituir um efeito reverso: a acentuação do mal-estar. Não há nada de vergonhoso em não estar bem, ter problemas para resolver ou simplesmente não estar no seu melhor dia. ‼

Convidamos você a realizar uma reflexão: o que faz com que você sinta que há o dever de demonstrar que está tudo bem – quando não está? ❓⁉️💬

Perceber e acolher o que se sente, é um primeiro passo em direção ao processo de melhora.

#psykheblumenau #psicoterapia #bemestar


logo-psykhe-white

Marque a sua consulta com a Psykhé. Temos o melhor time para atender você pessoalmente, home care (atendimento em domicílio) ou na clínica.

Últimas Notícias

Psykhé | 2020. Todos os direitos reservados.